EXPOSIÇÃO ILHAS DO MAR | ARTISTAS AÇORIANOS NA COLEÇÃO MANUEL DE BRITO

Até 14 de Setembro 2014

 

AÇORES
.
andamos neste chão há séculos de meio de mar,
desenhando o nosso rosto sobre o rumor do linho.
aqui o tempo é um sudário do horizonte.
.
Emanuel Jorge Botelho
Dezembro de 2013
.
Ilhas do Mar é um tributo a António Dacosta no ano do centenário do seu nascimento. Em 2008, o CAMB realizou uma exposição do artista com as obras da Coleção Manuel de Brito.
.
António Dacosta é considerado unanimemente pelos críticos de arte um dos pintores portugueses mais importantes do século XX. Foi um dos expoentes máximos da pintura surrealista, tendo deixado de pintar durante trinta anos e reaparecendo nos anos oitenta com uma obra de tal modo jovem e inovadora que influenciou praticamente todos os novos pintores dessa década.
.
Nesta mostra vamos alargar a exposição mostrando também obras de outros artistas açorianos como Ana Vieira, Catarina Branco, Carlos Carreiro, Luís França, Medeiros Cabral, Miguel Rebelo, Tomaz Vieira, Victor Almeida e Urbano.  
                               
Esta exposição mostra várias sensibilidades e técnicas mas, na maioria das obras, uma forte influências das ilhas, fonte inspiradora de tantos escritores, poetas e pintores, com as suas tradições, a sua beleza e, simultaneamente, com o medo a pairar pela ameaça da natureza.
.
Maria Arlete Alves da Silva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

António Dacosta, Ilha, 1979-80, colagem e acrílico sobre papel, 75 x 56 cm

Urbano, As últimas aves, 2006, técnica mista sobre papel,    155 x 122 cm